Das sapatilhas ao Gravity Pilates

Postado em 26/04/2018
Carreira

Ex-bailarina que encerrou a carreira devido à uma lesão cria novo método de Pilates

 

Praticante de ballet clássico desde os 6 anos de idade, Simone Albano cultivava o sonho de integrar uma grande companhia de dança. Esforçada, não apenas ensaiava várias horas por dia como, aos 16 anos fundou sua própria escola de dança. O resultado de tanta determinação não podia ser outro: Simone foi, finalmente, convidada a integrar o corpo de ballet de seus sonhos. Ela só não contava com o fato de que uma lesão na coluna lombar ia tirá-la para sempre dos palcos.

Porém, como a vida é uma caixinha de surpresas, a lesão que a fez aposentar as sapatilhas foi a mesma que a fez conhecer o Pilates, afinal, a prática da modalidade foi fundamental no processo de reabilitação da coluna. “Apaixonei-me pelo Pilates e encontrei na modalidade uma oportunidade de continuar trabalhando com o que eu gosto: movimento humano.” – declara.

Cada vez mais interessada no método, Simone viajou para os Estados Unidos (usando o dinheiro que serviria para dar entrada em um apê) e lá conheceu os modelos de aulas e o aparelho GSA Professional, que já existe por lá há 40 anos. De volta ao Brasil com um desses aparelhos na bagagem, Simone fez alterações em três pontos do aparelho para que pudessem ser usados por pessoas que sofrem de problemas na coluna, tal como ela.

Esse foi o pontapé inicial para que ela desse início a Metodologia Gravity Pilates e passasse a ministrar cursos por todo o país e abrir studios para a prática do método. O diferencial dessa novidade é que, ao contrário do Pilates tradicional, que não possui carga e estímulos suficientes para proporcionar o emagrecimento e a hipertrofia muscular, o Gravity Pilates auxilia na perda de peso e no condicionamento físico.

O Gravity, além das técnicas tradicionais do Pilates, engloba mais três princípios – agilidade, psicomotricidade e periodização do treinamento, proporcionando aos praticantes, resultados mais vísiveis no corpo e no condicionamento físico. Outra vantagem no treinamento contra a gravidade , como é o caso do Gravity, é que você consegue realizar agachamentos com resistência sem precisar “sustentar” o peso nas costas, o que torna o movimento mais seguro para os praticantes.

Sem esperar, Simone viu o Gravity Pilates ganhar popularidade e hoje sente-se realizada: “Um sonho interrompido não precisa ser encarado como uma frustração. Há sempre uma maneira de dar a volta por cima!” – garante.

 


Joy Moretti

Idealizado pela jornalista Joy Moretti, o Radar Feminino é feito para as mulheres modernas, que estão atentas a tudo que está acontecendo ao seu redor, e querem se manter informadas sobre os mais diversos assuntos. É uma maneira de exaltar e homenagear as grandes guerreiras que fazem diferença em nosso país e no mundo diariamente. "Quando uma mulher empodera a outra, ela está reafirmando o seu próprio poder!"

Comentar

Seu email nunca será compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*