Além das Explosões

Postado em 31/07/2018
Cultura & Gastrô

Brasileira sobrevivente à tragédia de 11 de setembro lança livro sobre sua experiência

Enquanto a maioria dos brasileiros acompanhou aquele fatídico 11 de setembro de 2001 pela televisão, uma brasileira viveu de perto todas as emoções do ataque terrorista às Torres Gêmeas.

Adriana Maluendas, então empresária da cidade portuária de Paranaguá (estado do Paraná), viajou em 7 de setembro de 2001 para os EUA para iniciar o curso para obtenção da licença como Operadora de Commodities. Hospedada no hotel entre as Torres Gêmeas, vivenciou e sobreviveu, em primeira mão, a destruição das torres durante o ataque terrorista daquela manhã. O hotel onde estava hospedada foi totalmente destruído e ela escapou por pouco à morte, sofrendo lesões físicas e traumas emocionais que levaria consigo durante muitos anos de sua vida.

Quando a primeira torre foi atingida, Adriana estava saindo de seu quarto, no 6º andar do Marriot. Ela presenciou o pânico dos hóspedes e a correria para abandonar o prédio. De posse apenas de sua bolsa e a chave do quarto, ela foi empurrada em meio à multidão, chegando a cair e fraturar duas costelas. Já na rua, viu o segundo avião colidindo contra o World Trade Center.

Mesmo traumatizada após o atentado, a empresária ainda precisou ficar em Nova York por mais 10 dias, até os voos comercias serem liberados pela Força Aérea dos Estados Unidos. Hoje ela reside na cidade, mas guarda consigo todas as marcas daquele dia. Presente no dia da inauguração do Museu e Memorial de 11 de setembro, ela aproveitou para doar alguns objetos que estavam em sua posse no dia dos atentados.

Passados 15 anos da tragédia, Adriana decidiu contar toda sua experiência no livro “Além das Explosões – como o ataque terrorista ao WTC mudou minha vida para sempre…” e atualmente dedica boa parte do seu tempo ajudando aqueles que, como ela, sofreram com traumas físicos e emocionais.

“Minha esperança é que minha história ajude outros que sofrem com suas próprias tragédias e perdas… que os ajude a manter suas cabeças erguidas, seus corações ainda pulsando a bondade que é inata entre todos nós.”


Joy Moretti

Idealizado pela jornalista Joy Moretti, o Radar Feminino é feito para as mulheres modernas, que estão atentas a tudo que está acontecendo ao seu redor, e querem se manter informadas sobre os mais diversos assuntos. É uma maneira de exaltar e homenagear as grandes guerreiras que fazem diferença em nosso país e no mundo diariamente. "Quando uma mulher empodera a outra, ela está reafirmando o seu próprio poder!"

Comentar

Seu email nunca será compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*