Chega de Fiu Fiu – o documentário

Postado em 24/05/2018
Lifestyle

O trailer do documentário mostra a dura realidade do cotidiano feminino

Só quem é mulher conhece exatamente a sensação de andar sozinha pelas ruas, com medo. E ver esse medo se agravar ainda mais quando surge um homem no caminho. Também compartilhamos a mesma repulsa ao sermos vítimas de assédio nas ruas, enquanto a sociedade tenta empurrar “guela à baixo” que isso deveria ser aceito como elogio.

É desse medo constante de estupro, de assédio e de desrespeito que o documentário Chega de Fiu Fiu fala. Produzido com dinheiro de financiamento coletivo e idealizado pelo grupo Think Olga, o longa conta a história de três mulheres brasileiras, Raquel, Teresa e Rosa, e mostra que, mesmo sendo de diferentes cidades, elas acabam passando pelas mesmas situações embaraçosas, como o assédio por meio de cantadas nas ruas, o medo de vagar sozinha por ruas escuras, a insegurança e o temor de serem estupradas.

Foto: Divulgação

Além de nos levar à reflexão, o documentário também expõe a maneira como a sociedade, culturalmente machista, reage ao ter sua prática questionada. Durante o trailer, uma das meninas confronta um homem que acaba de abordá-la com um “oi, gatinha” no meio da rua. Ao que ele responde “Só dou oi para as mulheres que acho bonitas”, saindo logo em seguida quando a moça pergunta: “Você não acha que isso é assédio?”.

Não, eles não acham. Eles consideram normal e, em sua maioria, acusam as mulheres de serem “amargas” e não saberem ouvir um “elogio”.

A verdade é que situações como essas não deveriam acontecer, mas o documentário também serve como uma injeção de ânimo e força para que todas as mulheres saibam que não estão sozinhas e passem a não aceitar mais essa cultura que nos vê como objetos.

Ficou curiosa? Assista aqui o trailer e depois me conte o que achou!
Já estou ansiosa para ver o documentário completo.


Joy Moretti

Idealizado pela jornalista Joy Moretti, o Radar Feminino é feito para as mulheres modernas, que estão atentas a tudo que está acontecendo ao seu redor, e querem se manter informadas sobre os mais diversos assuntos. É uma maneira de exaltar e homenagear as grandes guerreiras que fazem diferença em nosso país e no mundo diariamente. "Quando uma mulher empodera a outra, ela está reafirmando o seu próprio poder!"

Comentar

Seu email nunca será compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*