Tempo de friozinho e de sopas nutritivas

Postado em 08/06/2018
Maternidade

Dicas para introduzir legumes e verduras na alimentação infantil

Colaboração Nathália Donato, Chefe de Papinha

O inverno está quase batendo à nossa porta e, junto com ele, vem uma nova safra de legumes, verduras e frutas para incrementar a alimentação de toda a família. Uma boa pedida para o frio são as sopas de legumes (e os da estação são ricos em carotenoides e ajudam a reforçar a imunidade), boa notícia para uma época em que as gripes e resfriados preocupam.

A vantagem das sopas é que elas são democráticas: aceitam diferentes combinações de legumes e verduras, aquecem o estômago e o coração (a chamada comfort food) e costumam agradar o paladar dos pequenos. É bem comum as mamães comentarem que os filhos só aceitam legumes se for na sopa. Use isso ao seu favor no inverno!

Entre os legumes que aparecem com força no inverno estão a abóbora japonesa, a batata doce e a cenoura. Eles são alimentos ricos em carotenoides, que atuam como antioxidantes no nosso corpo e, alguns deles, podem ser convertidos em vitamina A pelo nosso organismo, essencial para o crescimento e benéficos para o nosso sistema imunológico. Ponto super positivo no inverno!

A abóbora pode servir de base para uma sopa cremosa deliciosa, finalizada com um pouco de couve refogada, que é uma das verduras da safra de inverno. Como algumas crianças torcem o nariz para os verdinhos, colocá-los na sopa é uma boa estrategia para o seu filho começar a se aproximar deles.

Por falar em couve, uma das sopas que eu mais adoro no inverno é o caldo verde, que já dá suas caras como comida típica das festas juninas. Para preparar uma versão mais saudável do caldo verde, você pode trocar a batata inglesa pela batata doce, e substituir a linguiça por carne moída. Fica deliciosa da mesma forma.

Outros legumes da safra também ficam deliciosos na sopa, como a mandioquinha, o rabanete, o cará e o alho poró.

O brócolis é outro verdinho característico do inverno e pode aparecer no prato da criança levemente refogado com alho e inteiro,, para ela pegar sozinha com as mãos mesmo. Aproveite para preparar junto um creme de inhame temperado e sugira à criança molhar o brócolos no creminho e comer.

Lembre-se: criança não come algo apenas porque você disse que é saudável. Ela come se achar gostoso.

O creme de inhame, aliás, é um coringa. Pode aparecer sozinho no prato, bem temperado com alho, cebola e orégano, ou servir como substituto do creme de leite ou engrossante para feijão e sopas. Basta cozinhar o inhame com um pouco de água e bater no liquidificador com a própria água do cozimento. A textura vai do seu gosto, é só acrescentar mais ou menos água.

Se cozido sem sal, o inhame batido pode se juntar a uma das frutas do inverno e se transformar num delicioso “petit suisse falso” (sabe aquele iogurte de morango do coraçãozinho? que as crianças adoram)! Depois de cozinhar o inhame, bata com morango até formar um creme. Adoce à gosto com um pouco de açúcar demerara, mel ou banana.
Esse creminho pode ficar na geladeira por até 2 dias e pode até ser congelado. Uma forma bem nutritiva de substituir o petit suisse industrializado, cheio de corantes e aditivos.

E já que estamos falando das frutas, a safra de inverno traz frutas ricas em vitamina C, um ponto positivo para quem teme os narizinhos cheios de coriza desta época. A vitamina C é um antioxidante poderoso que ajuda a combater os radicais livres no organismo e oferece proteção extra contra problemas de saúde causados pela contaminação do meio ambiente.

Ela também ajuda a aumentar a absorção de ferro. A safra de inverno traz laranja, tangerina, limão, carambola, kiwi e caju. Aproveite para sair do comum na fruteira da sua casa e substituir as clássicas banana, maçã e pêra por alguns dias. A carambola tem a vantagem de ser “lúdica” por natureza, já que ao cortá-la, o prato fica cheio de estrelinhas.

Como inverno também combina com fondue de chocolate, você pode usar essa sobremesa como forma de atrair o seu filho para o mundo das frutas, se ele for daqueles que não come de jeito nenhum. Prepare uma versão um pouco mais saudável misturando leite de coco, açúcar mascavo e cacau. Aí ensine seu filho a espetar as frutas com o palito e mergulhar no chocolate. Claro que essa não é uma receita para todos os dias, mas pode ajudar a introduzir algumas frutas na alimentação das crianças maiores.

Na forma de sopa, purês, cremes ou finalizando a refeição com um fondue, o importante é consumir os alimentos da safra, que estão no ápice da nutrição,  tendem a ser mais baratos e podem ter um pouco menos de agrotóxicos. Quem encontrar a versão orgânica, melhor ainda.

Bom friozinho!

 


Joy Moretti

Idealizado pela jornalista Joy Moretti, o Radar Feminino é feito para as mulheres modernas, que estão atentas a tudo que está acontecendo ao seu redor, e querem se manter informadas sobre os mais diversos assuntos. É uma maneira de exaltar e homenagear as grandes guerreiras que fazem diferença em nosso país e no mundo diariamente. "Quando uma mulher empodera a outra, ela está reafirmando o seu próprio poder!"

Comentar

Seu email nunca será compartilhado. Campos obrigatórios são marcados *

*
*